24 de setembro

GDF - Administrações Regionais GDF - Administrações Regionais GDF - Administrações Regionais GDF - Administrações Regionais GDF - Administrações Regionais
23/08/21 às 11h25 - Atualizado em 23/08/21 às 11h29

Mais R$ 36 mi em infraestrutura para Vicente Pires

COMPARTILHAR

Novo contrato de obras contempla serviços remanescentes de pavimentação, drenagem, calçadas e meios-fios nas ruas 5, 6, 8, 10 e 12.

Em continuidade à implantação da infraestrutura de Vicente Pires, o Governo do Distrito Federal (GDF) está tocando as obras remanescentes de pavimentação, drenagem, calçadas e meios-fios nas ruas 5, 6, 8, 10 e 12. São mais de R$ 36 milhões em investimentos para dar mais qualidade de vida a mais de 66 mil moradores da região.

O novo contrato prevê a execução de 228,9 mil metros quadrados de pavimentação, 10,6 mil metros de drenagem e 69,6 mil metros quadrados de calçadas. O projeto também contempla a conclusão de 398 metros de uma galeria subterrânea. Serão executados, entre outros serviços, a conclusão da drenagem e da pavimentação de trechos das ruas 5, 6 e 12 e a conclusão dos meios-fios e das calçadas das ruas 5, 6, 8, 10 e 12.

Um fator que vai colaborar para o bom andamento das obras é que, diferentemente dos contratos antigos previstos para a cidade, o atual está nas mãos de um mesmo consórcio. “Uma das vantagens deste novo contrato é que, agora, há apenas uma empresa para executar todos os serviços. Não teremos mais várias empresas executando obras em uma única rua, como ocorreu no passado”, explica o secretário de Obras, Luciano Carvalho.

Do contrato anterior, restam ser executados os últimos 400 metros de pavimentação da Rua 12; a construção de calçadas e meios-fios em trecho da Rua 4 (paralela à administração regional); o revestimento de uma rede de drenagem construída em tunnel liner também na Rua 4; e o tunnel liner da Rua 8.

“São obras que o governador Ibaneis Rocha determinou que fossem feitas no novo contrato. Neste pacote, será praticamente finalizada a drenagem da cidade. Teremos também a acessibilidade nas calçadas das ruas 3, 5, 8 e 10, entre outros que vão melhorar a drenagem da cidade. São serviços que trazem de volta a alegria, o sorriso e a tranquilidade para os moradores”, aponta o administrador de Vicente Pires, Daniel de Castro.

Para além destas obras de infraestrutura, o GDF prepara a entrega da ponte da Rua 4, de um Ponto de Encontro Comunitário (PEC) na mesma rua e do jardim em frente à administração regional para a próxima sexta-feira (20). Além destes, a Unidade de Pronto Atendimento (UPA) está mais de 80% executada, segundo o administrador, e será entregue até o fim do ano.

Andamento das obras de infraestrutura:

  • Rua 1 (rua do Jóquei) – Serviços de drenagem, pavimentação e instalação de calçadas e meios-fios concluídos.
  • Rua 3 – Drenagem e pavimentação, calçadas e meios-fios concluídos.
  • Rua 3B – Serviços de drenagem, pavimentação e instalação de calçadas e meios-fios concluídos.
  • Rua 3C – Serviços de drenagem, pavimentação e instalação de calçadas e meios-fios concluídos.
  • Rua 4 – No momento, a empresa contratada finaliza a pavimentação asfáltica na rua paralela a da Administração Regional. Na sequência, virá a instalação de calçadas e meios-fios nesta região. Paralelamente, a empresa trabalha no revestimento da rede de drenagem construída em método não destrutivo, conhecido como tunnel liner.
  • Rua 4A – Drenagem e pavimentação, calçadas e meios-fios concluídos.
  • Rua 4B (rua da delegacia) – Serviços de drenagem, pavimentação e instalação de calçadas e meios-fios concluídos.
  • Rua 4C (rua da Faculdade Mauá) – Serviços de drenagem, pavimentação e instalação de calçadas e meios-fios concluídos.
  • Rua 4D – Serviços de drenagem, pavimentação e instalação de calçadas e meios-fios concluídos.
  • Rua do Sicoob – Serviços de drenagem, pavimentação e instalação de calçadas e meios-fios concluídos.
  • Rua 5 – Serviços de drenagem, pavimentação e instalação de calçadas e meios-fios previstos nos atuais contratos concluídos. Os serviços pendentes de execução – drenagem, pavimentação, calçadas, meios-fios e bocas de lobo – serão executados no novo contratado já em andamento.
  • Rua 6 – Serviços de drenagem, pavimentação e instalação de calçadas e meios-fios previstos nos atuais contratos concluídos. Os serviços pendentes de execução, em sua grande maioria calçadas, meios-fios e bocas de lobo, serão executados no novo contratado já em andamento.
  • Rua 7 – Serviços de drenagem, pavimentação e instalação de calçadas e meios-fios concluídos.
  • Rua 8 – Serviços de drenagem, pavimentação e instalação de calçadas e meios-fios previstos nos atuais contratos concluídos. Os serviços pendentes de execução, em sua grande maioria calçadas, meios-fios e bocas de lobo, serão executados no novo contrato já em andamento.
  • Rua 10 – Serviços de drenagem, pavimentação e instalação de calçadas e meios-fios previstos nos atuais contratos concluídos. Os serviços pendentes de execução, em sua grande maioria calçadas, meios-fios e bocas de lobo, serão executados no novo contrato já em andamento.
  • Rua 12 – No momento, a empresa contratada trabalha na pavimentação dos últimos 400 metros da Rua 12 previstos nos atuais contratos em vigor. A previsão é de que os serviços sejam concluídos nos próximos dias. Na sequência, terá início a instalação dos meios-fios, a construção das calçadas, a abertura de bocas de lobo e, posteriormente, a sinalização horizontal e vertical da via.
  • Colônia Agrícola Samambaia – A empresa contratada trabalha na pavimentação da rua 3.
  • Lagoas de detenção – O projeto prevê a construção de 22 lagoas (18 estão concluídas) e 85 dissipadores (45 estão finalizados).
  • Ponte sobre o córrego Vicente Pires – Situada à margem da via estrutural, a construção da ponte de 40 metros de extensão está concluída e já foi entregue à população.
  • Obra de Arte Especial n. 2 – Obra em fase final. A previsão é de que a ponte seja liberada para o tráfego de veículos na segunda quinzena de agosto. O monumento de 82 metros de extensão e 13,2 metros de largura está orçado em aproximadamente R$2,3 milhões, e está previsto para ser entregue à população na primeira quinzena de setembro.

 

IAN FERRAZ, DA AGÊNCIA BRASÍLIA | EDIÇÃO: SAULO MORENO

Mapa do site Dúvidas frequentes Comunicar erros