14 de novembro

GDF - Administrações Regionais GDF - Administrações Regionais GDF - Administrações Regionais GDF - Administrações Regionais GDF - Administrações Regionais

Perfil do administrador

Daniel de Castro Sousa, (Itapipoca, CE, 23 de outubro de 1967) é pastor, professor, cientista político, advogado e suplente de Deputado Distrital. Formado em Direito pela Universidade Paulista (UNIP), com Pós-graduação em Ciências Políticas. Casado há 25 anos com Glaísa Castro, pai de três filhas.

Carreira Política
Desde muito jovem, Daniel demonstrava interesse pela política por meio dos movimentos estudantis, os quais o levaram a exercer diversos cargos públicos, tanto no Executivo como no Legislativo.
Como coordenador Geral da Secretaria Nacional da Erradicação do Analfabetismo, apresentou o projeto para construção de uma escola técnica, com recurso pré-aprovado pelo Ministério da Educação (MEC).
Foi Secretário de Educação em Águas Lindas de Goiás – Gestão do Interventor Dr. César Gomes. Seu primeiro ato como Secretário Municipal de Educação foi reformar todas as escolas no município de Águas Lindas, que recebeu o apoio da população. Foram feitos mutirões para a finalização das obras. Buscou, também, parcerias com outras entidades e conseguiu levar 15 profissionais especializados em Educação Infantil, para sanar a questão do número de repetentes, que era exorbitante no município. Essa questão, por sua vez, acontecia porque muitos desses alunos tinha como única refeição, o que era distribuído nas escolas, que por sua vez, tinha um cardápio pobre em vitamina, fazendo com que o índice de aproveitamento dos alunos fosse baixo. Com orientações dos profissionais em nutrição, mudou toda a alimentação das crianças como suco e biscoito para comida (arroz, feijão, carne, verduras e frutas), mas o problema não resolvia apenas com essa mudança, era preciso mais. Ofereceu aos professores horas extras, para que fossem aplicadas aulas de reforço aos alunos e assim, melhorar a aprendizagem. O resultado desse esforço não podia ser diferente, um aproveitamento de quase 100% dos alunos dentro do município.
Na última eleição disputando com 981 candidatos, Daniel de Castro ficou foi o 22º
(vigésimo segundo) mais bem votado com 11.500 votos, ficando como suplente devido a legenda partidária.

Daniel de Castro Sousa, (Itapipoca, CE, 23 de outubro de 1967) é pastor, professor, cientista político, advogado e suplente de Deputado Distrital. Formado em Direito pela Universidade Paulista (UNIP), com Pós-graduação em Ciências Políticas. Casado há 25 anos com Glaísa Castro, pai de três filhas.

Carreira Política
Desde muito jovem, Daniel demonstrava interesse pela política por meio dos movimentos estudantis, os quais o levaram a exercer diversos cargos públicos, tanto no Executivo como no Legislativo.
Como coordenador Geral da Secretaria Nacional da Erradicação do Analfabetismo, apresentou o projeto para construção de uma escola técnica, com recurso pré-aprovado pelo Ministério da Educação (MEC).
Foi Secretário de Educação em Águas Lindas de Goiás – Gestão do Interventor Dr. César Gomes. Seu primeiro ato como Secretário Municipal de Educação foi reformar todas as escolas no município de Águas Lindas, que recebeu o apoio da população. Foram feitos mutirões para a finalização das obras. Buscou, também, parcerias com outras entidades e conseguiu levar 15 profissionais especializados em Educação Infantil, para sanar a questão do número de repetentes, que era exorbitante no município. Essa questão, por sua vez, acontecia porque muitos desses alunos tinha como única refeição, o que era distribuído nas escolas, que por sua vez, tinha um cardápio pobre em vitamina, fazendo com que o índice de aproveitamento dos alunos fosse baixo. Com orientações dos profissionais em nutrição, mudou toda a alimentação das crianças como suco e biscoito para comida (arroz, feijão, carne, verduras e frutas), mas o problema não resolvia apenas com essa mudança, era preciso mais. Ofereceu aos professores horas extras, para que fossem aplicadas aulas de reforço aos alunos e assim, melhorar a aprendizagem. O resultado desse esforço não podia ser diferente, um aproveitamento de quase 100% dos alunos dentro do município.
Na última eleição disputando com 981 candidatos, Daniel de Castro ficou foi o 22º
(vigésimo segundo) mais bem votado com 11.500 votos, ficando como suplente devido a legenda partidária.

Mapa do site Dúvidas frequentes Comunicar erros